Corra atrás de mim,

celebremos o orvalho

e o fim do inverno.

Veja com meus olhos

o renascimento

dos campos ermos.

 

Alcance-me,

siga minhas pegadas na lama,

meu riso no vento.

Inspire fundo o ar,

a fragrância da Mãe

e receba seu alento.

 

Agarre-me,

com a destreza do Caçador

e o afeto de um amante.

Sinta as brasas da fogueira

consumirem o gelo

do coração outrora distante.

Anúncios